Jornal Gazeta Parintins

Menu

Caprichoso lança CD “Amazônia” mundialmente  nas plataformas digitais

postado em 04/06/2015
Caprichoso lança CD “Amazônia” mundialmente  nas plataformas digitais

 

O Boi-Bumbá Caprichoso, sempre antenado as novas tendências, disponibilizou esta semana o álbum Caprichoso 2015 – “Amazônia” nas plataformas digitais Apple iTunes Store, Google Play e Spotify. O que isso significa? Muito mais modernidade e alcance de público.

 

Desde que foi lançada no Brasil em dezembro de 2011, a loja da Apple vem incluindo ao passar do tempo mais  20 milhões de títulos no catalogo brasileiro. E desde o ano de 2012 o Caprichoso vem disponibilizando o lançamento de suas toadas  na plataforma.

 

A música digital tem se tornado uma tendência mundial, todas as grandes gravadoras rapidamente aderiram a este processo. Algumas lançam conteúdos exclusivos que não chegam na versão física dos CDs. Os principais artistas lançam e divulgam seus materiais fonográficos na rede, antes mesmo de chegarem nas lojas. “A música portátil ou de bolso já está presente na vida de milhões de usuários em todo mundo”, disse Steve Jobs, em outrora.

 

Para o presidente do Boi-Bumbá Caprichoso, Joilto Azedo, o boi vem se adaptando e modernizando afim de atender as demandas do mercado. “O lançamento de nosso disco em formato digital, representa um alcance mundial, sendo importante na divulgação de nossa música, que ultrapassa as fronteiras e faz com que novas pessoas descubram o nosso ritmo”, destaca.

 

"Entramos em definitivo na globalização quando lançamos nas plataformas virtuais os nossos produtos audiovisuais. Isso nos coloca emparelhados com a contemporaneidade e no mercado, mostrando o valor real da obra de arte, tendo a divulgação e repercussão necessária para nossos artistas. Uma vitória do Boi Caprichoso que precisamos compartilhar com nossa Galera", pontua o vice-presidente do Caprichoso, Rossy Amoedo.

 

Algumas das vantagens da música digital, são a qualidade de som, e de não apresentar falha de execução e também ruídos como acontece quando um CD é arranhado. Outra vantagem é comprar o disco uma única vez, visto que a compra fica registrada em sua conta/login sem ser necessário o usuário pagar novamente para baixar as músicas. Para quem perdeu, teve seu dispositivo roubado, trocou de aparelho, ou até apagou acidentalmente as faixas, basta entrar com a sua conta tanto na iTunes quanto no Google Play e baixar novamente o álbum sem ter que pagá-lo novamente.

 

O médico e torcedor do Boi Caprichoso, Fabiano Chiba, comprou o disco “Amazônia” na loja virtual da Apple e relatou as vantagens. “Para mim é sempre bom ter a mão e ouvir no celular na hora e onde quiser, e ainda poder conectar o celular no sistema de áudio do carro”.

 

Para os usuários que utilizam produtos e serviços da Apple, o disco contendo as vinte toadas 2015 do boi Caprichoso pode ser baixada de forma completa ao valor de U$D 9,99 (cerca de R$ 31,82). Para aqueles que preferem comprar apenas faixas soltas, cada faixa sai a U$D 0.99 (cerca de R$ 3,15).

 

Infelizmente a loja de música da Apple ainda não disponibiliza a compra de música digital em valores na moeda brasileira (real). O valor ainda é faturado em moeda americana (dólar), e para comprar músicas o usuário deve possuir Apple ID (cadastro na loja da Apple) e ter um cartão de crédito cadastrado nesta conta.

 

Já na Google Play, que lançou o serviço de venda de música digital no Brasil em setembro de 2014, a opção para comprar em moeda local está disponível. O disco digital Caprichoso 2014 – “Amazônia” é vendido completo a R$ 14,99, e cada faixa a R$ 1,99. Para comprar o usuário deve possuir uma conta Google (também com cartão de crédito cadastrado) e acessar de qualquer dispositivo que suporte a Google Play.

 

O Spotify, que acabou de completar um ano no Brasil no ultimo dia 30 de maio, já é um tremendo sucesso. Atualmente, são mais de 30 milhões de faixas à disposição dos usuários brasileiros, uma infinidade de artistas. O Spotify Brasil já possui até sede no Brasil, localizada na cidade de São Paulo. No Spotify o usuário tem duas opções para ouvir seus discos preferidos, a primeira é a versão gratuita que pode ser ouvida no aplicativo para desktops e tablets, estando sujeito a comerciais e publicidade, entre uma faixa e outra. A segunda opção é versão premium que custa o valor mensal de R$ 14,90, sendo está a mais completa, em que você pode sincronizar e ouvir off-line (sem necessidade de internet) direto no seu smartphone.

 

 

Compre na iTunes Store - https://itunes.apple.com/br/album/caprichoso-2015-amazonia/id998548613

 

Compre na Google Play - https://play.google.com/store/music/album/David_Assayag_Caprichoso_2015_Amazonia?id=Bliz4htfwyeosnjw35b2c2n7y3a

 

Ouça online no Spotify - http://open.spotify.com/album/6yi6givrxpPyiQGu78Onj4

 

 

A visão dos compositores e produtores

 

Para Guto Kawakami, compositor que participa de três composições do repertório deste ano, o lançamento do álbum Caprichoso 2015 – “Amazônia" em lojas online como a Apple iTunes Store e Google Play mostra a profissionalização e adaptação tecnológica do boi de Parintins. “Na atualidade a informação imediata já está bem acessível que nós não temos essa preocupação de guardar tanta coisa física (CDs), contamos com recursos como a nuvem e aplicativos que nos permitem acessar determinado conteúdo sem ocupar a memória do celular, serviços como o Spotify vem caindo no gosto dos usuários. A inserção da toada dentro deste contexto tecnológico vem justamente pra alcançar esse público "novo" além de ultrapassar fronteiras e permitir que a toada possa ser ouvida de forma trivial pelo mundo todo”, explana.

 

O compositor da toada “Serpentárias”, Joel Almeida, ressaltou que estar nas plataformas é motivo de prestígio a obra dos compositores. “É genial o boi-bumbá aderir à essa tecnologia, espalhando nosso ritmo pelos quatro cantos do mundo. Me orgulho ao imaginar que minha toada possa ser tocada em algum celular no Japão por exemplo. Nossa cultura será ainda mais fortalecida”.

 

O produtor executivo do CD Caprichoso 2015 – “Amazônia”, Aurilio Júnior, o produto azul e branco tem qualidade sem dever a nenhuma outra produção de ritmo musical. “A maior importância de lançar os discos do Caprichoso desde 2012, é massificação e o fortalecimento da marca ‘Boi Caprichoso’ no mundo através de uma de suas propriedades, no caso a música”, fortalece. “Quem sabe num futuro próximo consigamos expandir o ritmo virando tendência no mundo”, completa.

 

 

 

Assessoria de Imprensa

Radio Online

Video

Cobertura de Eventos

Publicidade